The Ultimate Pumpkin Experience

Finalmente um assunto em que andava a tentar pegar há muito e que aterra finalmente onde deve estar. Em dia 13 e em dia de furacão Leslie, numa mistura de acontecimentos e emoções, soube ainda melhor aproveitar a noite tão agreste para relaxar um bocadinho ao som da da tempestade e contemplar algumas das melhores demonstrações de Halloween já por esse mundo fora, observar tradições, anotar ideias, preparar a última metade de outubro com este espírito ainda mais presente. Com a chuva violenta lá fora, sons muito diferentes na rua e o vento a insistir contra as janelas, a inspiração bateu ainda mais forte para celebrar uma das melhores datas do ano.

Dificilmente houve algum dia deste mês em que eu não mencionasse a palavra “Halloween”. Parece que ando a prepará-lo e a viver a data já desde há muitas semanas e cada vez mais percebo que estou longe de ser a única. Este ano os armazéns chineses é que têm sido a minha maior perdição, além dos restantes espaços de vendas habituais. Não para comprar, mas para inspiração entre tantos fatos, máscaras e acessórios tão originais e divertidos e que nos dão montes de ideias!

Dependendo do objetivo para esta data (para quem faz questão de a festejar), há ideias para todo o tipo de ocasiões. E há tanta coisa que se pode fazer que eu já tenho ideias de celebração que começam no dia 27 e vão até à data oficial. Como cereja no topo do bolo, resta-me saber em que dia os miúdos vêm pedir gulodices cá a casa e tentar manter-me deste lado da porta.

As lojas têm as montras a rigor, as pastelarias vendem especialidades temáticas (diárias) muito muito giras desde o início do mês e as que têm a decoração “assustadora” nas mesas são as minhas de eleição neste momento para tomar um café. Adoro estes cuidados, miminhos e pormenores que fazem toda a diferença. Quem mais já está totalmente neste mood?

Pois bem, debaixo da força de Leslie e praticamente a meio de um mês que se quer todo bem laranja, em torno das abóboras, luzes de velas e detalhes variados nesta cor a condizer, foi ainda melhor conhecer um pouco mais desta casa que trago hoje, que se tornou referência no Halloween de muitos americanos e tive de escolher algumas imagens para partilhar convosco. Em resumo, são 3000 abóboras esculpidas com temática de terror e expostas no alpendre e jardim desta casa muito especial, o que faz dela uma passagem obrigatória durante todo o maravilhoso e único mês de outubro.

Querem saber mais?
Ao som de êxitos dos anos 80, eu conto mais um bocadinho…

Esta conhecida Pumpkin House fica em Kenova, West Virginia (EUA), e não só se tornou numa das mais fortes atrações turísticas de todo o estado norte-americano como ainda se criou todo um festival temático à volta dela nesta altura do ano: o C-K AutumnFestival.

In 1978, the Pumpkin House began with only 4 pumpkins carved for a Halloween display.

O dono deste espaço, antigo governador da cidade, começou esta decoração com apenas quatro abóboras, e, resumidamente, daí passou para 500 e daí para 1000. No ano 2000 decidiu fazer match no número de abóboras (que já era do outro mundo), mas foi nas 3000 que parou, ao representar os (cerca de) 3000 habitantes de Kenova. O número é mesmo surpreendente e é claro que conta com centenas de voluntários todos os anos para esculpir, em trabalho de equipa, todas estas artes em forma de abóbora com luz lá por dentro a dar forma ao desenho escolhido. E que giro é o alimentar desta tradição

It is a community-wide celebration you won’t want to miss! Each year Ceredo and Kenova welcome nearly 30,000 visitors to the Pumpkin House.

Over the years we have watched children that have visited the Pumpkin House grow to have children of their own that they now bring to see the display. This sense of tradition and community inspired the creation of the C-K AutumnFest, which is on the fast track to becoming one of the favorite West Virginia fall festivals. 

Depois de todo o trabalho de equipa para erguer esta decoração fantástica (incluindo montagem e disposição de todas as abóboras, uma série de carpinteiros a trabalhar nas plataformas para as exibir, eletricistas empenhados em que nada falhe e muitos outros pormenores de valor), há todo um aparato no momento em que se ilumina pela primeira vez no ano todo este conjunto de decorações carinhosamente trabalhadas. Quando é fruto de muita dedicação, o resultado emociona muito mais! E em comunidade tudo fica absolutamente único.

Um trabalho simplesmente perfeito para um empenho de grupo e excitação total durante um mês muito muito especial. Com todos os dias deliciosamente ocupados, é em pleno Halloween que podem festejar e desfrutar ao máximo do que há de melhor na vida: fraternidade, companheirismo, união, alegria e… Datas especiais para expressar, saborear celebrar tudo isto!

All it takes is three weeks, hundreds of volunteers, and 3,000 pumpkins. After all that work, the display comes down after Halloween night. The Pumpkin House has been a Kenova destination for nearly 30 years, with no charge to any visitor and no donations accepted either. But if you insist on spending some money, you can hit up the food trucks out front.

Muito mais haveria por dizer à volta da Pumpkin House, mas a publicação já vai longa e teremos mais oportunidades para falar sobre este “dia das bruxas” que está cada vez mais perto. Desde que começou o mês que tenho dito com toda a convicção “quero encher o Trendy Lisbon de Halloween!!!” e tenho estado mesmo inspirada para isso, mas a vida troca-nos as voltas e não foi possível até este meio de outubro.

Ainda partilho mais algumas coisas convosco, caso ainda não estejam tanto no mood quanto eu, mas digam lá se esta fabulosa casa não foi já um excelente começo? :)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

The Pumpkin House

🎃🎃🎃

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

No Comments