My Healthy Way – O Chá de Gengibre

Com uma chávena de chá ao meu lado (como só podia ser), venho desde já explicar este assunto novo aqui pelo Trendy Lisbon. Há muito tempo que partilhar conteúdos sobre vida saudável aqui no blog tem sido um objetivo pessoal, era até uma das minhas “resoluções online” do ano passado, mas que não se concretizou. No entanto, com o makeover total do Trendy Lisbon logo no primeiro dia do ano, quer a nível estético, quer em conteúdos, achei que seria a grande oportunidade para tomar a decisão: ir em frente com uma nova rubrica mais dedicada a saúde e bem-estar.

Não só é outra temática que me apaixona e sobre a qual me cultivo diariamente – por gosto e por interesse em tentar viver cada vez melhor – como também é algo que têm vindo a pedir-me cada vez com maior regularidade nos últimos anos. Falo de família e amigos, que com frequência me pedem ajuda para explicar melhor determinados assuntos ao nível da saúde, tal é o meu entusiasmo com o tema.

O pior é que gosto mesmo de “ser consultada” e se não souber o suficiente do assunto em questão, vou a correr “investigá-lo” e passa a novo conhecimento… Que alimenta a paixão. E é este o ciclo. Adoro também ouvir o que os outros têm a dizer – só assim também se chega a este ponto em que se acumulam assuntos e só apetece partilhá-los.

 

 

Decidi avançar com a rubrica depois de mais um outono inteiro a partilhar soluções tão diferentes como cura rápida para gripes, truques para não engordar nas festas, esclarecer sobre o que é verdadeiro e falso nas notícias corriqueiras sobre alimentação, ideias para snacks saudáveis e marmitas fáceis (estes são os mais solicitados), ajuda para acelerar processos como a cicatrização, soluções contra a retenção de líquidos, celulite, etc. etc.

Tudo coisinhas tão simples e específicas que nunca achei que valesse a pena escrever aqui, mas depois de tantos requisitos e quando eu própria já começo a chamar esta prática de “Consultorias da Bel” (na brincadeira) achei que estava na hora de começar a esclarecer toda a gente de uma vez… Num só sítio :)

Desta forma, talvez a informação possa chegar a outras pessoas que também estejam mesmo a precisar OU mesmo quem não precise aproveita para ficar com as sugestões – o saber não ocupa lugar é o ponto de partida neste mindset de ano novo que é tentar ser cada vez melhor, adaptando um pequeno pormenor de cada vez nas nossas vidas. Não se muda de um dia para o outro, o importante é criar hábitos. Decidir criar novos hábitos. Vamos a isto?

 

 

Começamos então com uma pequena partilha, a mais simples do mundo!
É que nem sequer venho falar de algo tão básico como a famosíssima água com limão ao acordar (até porque não o pratico e não falo mesmo do que não possa testemunhar). Inicio esta rubrica com o chá de gengibre.

Não se deixem enganar: a receita pode ser a mais simples do mundo (haverá algo mais básico?) mas os seus efeitos são poderosíssimos. Daí eu ter achado perfeito para dar início a este tema, partir de algo tão simples mas que se manifesta de forma tão positiva em nós.

Não faz logo deste um hábito obrigatório? Depois de lerem esta lista (muito resumida) dos benefícios e áreas de atuação de um simples chá de gengibre, digam-me se não ganha já entrada direta na lista de prioridades diárias :)

 

 

 

Anti-Inflamatório

Antes de tudo o resto, o gengibre é um poderoso antioxidante e anticoagulante, além de um dos melhores anti-inflamatórios naturais de que dispomos. Assim de repente, é o melhor de que me consigo lembrar! Só isso já é apaixonante neste tubérculo picante: os seus compostos naturais ajudam a limpar o nosso corpo de toxinas e bactérias nocivas, incluindo as que se tentam unir na formação de problemas reais – sejam eles grandes doenças ou pequenas inflamações. O gengibre combate ativamente os radicais livres e previne o envelhecimento celular.

 

Calmante Intestinal

Especialmente para quem sofre do síndrome do intestino irritável, este chá pode ser o melhor amigo. Estabiliza o funcionamento intestinal, equilibra e apazigua. O gengibre é um forte aliado do nosso sistema intestinal, dado que para casos de prisão de ventre é um facilitador (devido a propriedades que nos auxiliam também na digestão) e ao mesmo tempo também ajuda a apaziguar nos casos opostos, em que cura as dores de barriga por ajudar a diminuir as contrações do intestino. No geral, é um calmante para quaisquer desequilíbrios na flora intestinal.

Um extra que é mais um verdadeiro tesouro? Um estudo provou que o gingerol – composto químico do gengibre – pode retardar ou mesmo prevenir o desenvolvimento de cancro do intestino.

 

 

Anti-Depressivo

Com fortes propriedades antioxidantes e altamente estimulantes, o gengibre é um natural remédio contra a depressão, à medida que auxilia no combate de outras fontes de inflamação. Com os seus benefícios terapêuticos, o gengibre torna-se num aliado do nosso sistema nervoso devido à sua composição rica: a vitamina B6 (preciosa no combate da ansiedade!) e minerais como o magnésio, o potássio e o cobre.

O gengibre não só previne como trata este problema; aumenta a nossa energia, confiança e determinação. Estou absolutamente maravilhada com estas descobertas, não há mais espaço para estados depressivos! :)

 

Sistema Digestivo

Como já foi dito, também na função digestiva retiramos benefícios do gengibre: estimula o funcionamento do pâncreas, auxilia na produção de enzimas que facilitam a digestão e que promovem a boa absorção de nutrientes. Como se não bastasse, o gengibre ainda é dos remédios naturais mais conhecidos no tratamento de quaisquer enjoos, náuseas ou falta de apetite, devido à sua ação apaziguadora do sistema gastrointestinal.

 

 

Colesterol

Este só por si já é motivo suficiente para inserir o gengibre em tudo, certo? Todos queremos os nossos níveis de colesterol controlados e o chá de gengibre é o truque mais famoso para colocar este inimigo público no lugar dele. Estou a falar de redução geral dos níveis de açúcar no sangue, do colesterol e dos níveis de triglicerídeos, além do aumento do nível de “colesterol bom”, o HDL. O consumo regular de gengibre impede o fígado de sintetizar o colesterol LDL presente nos alimentos, o que também justifica a sua eficácia.

 

Doenças Cardiovasculares

Estes efeitos positivos do gengibre – ou deveria dizer “milagrosos”? – também atuam naturalmente na prevenção de problemas cardiovasculares. O gengibre é um tesouro protetor de todo este sistema na medida em que promove a boa circulação sanguínea, impede a formação de coágulos e ainda diminui a pressão arterial. Que dose de saúde, um verdadeiro mimo diário que oferecemos às nossas artérias!

 

 

 

Queda de Cabelo

Rico em óleos essenciais, o gengibre ainda é um eficaz remédio no tratamento da queda de cabelo, mais especificamente no estímulo ao seu crescimento. O gengibre contribui para recuperar o cabelo danificado e ajuda no seu crescimento e vitalidade com a recuperação de vitaminas perdidas. Um must para mim atualmente!

 

Analgésico

Este chá também é conhecido como apaziguador da dor, eficaz no alívio de dores no geral e até de problemas relacionados com os ossos e articulações. É popular por aliviar dores causadas por artrites, reumatismo e outros problemas de origem ósseo-muscular.

O gingerol tem uma ação quimicamente relacionada com a da aspirina, que ajuda também a neutralizar inchaços e inflamações, dores menstruais ou quaisquer outras mais ligeiras, como as de garganta ou de cabeça.

 

Gripes e Constipações

Esta é talvez a utilização mais popular do chá de gengibre: na rápida recuperação de gripes, constipações, dores de garganta, de cabeça, tosses, má-disposição, mal-estar. É quase instintivo recorrer a este chá quando nos sentimos febris e há uma explicação para isso: é porque resulta mesmo.

O consumo do gengibre tem uma ação forte no nosso sistema imunitário que vai ajudar o organismo na recuperação destes problemas. O melhor neste caso será a prevenção! Mantendo o sistema imunitário bem reforçado com ingestão regular deste aliado :)

 

 

Emagrecimento e Celulite

Aqui haveria muito para dizer, mas por consequência dos tópicos anteriores é natural que o gengibre contribua naturalmente para o emagrecimento. Além da preciosa ajuda no processo antioxidante, no correto funcionamento do intestino e numa digestão saudável, o gengibre ainda é um alimento termogénico e por esse motivo tem uma ação redutora no que diz respeito à gordura corporal.

As propriedades estimulantes do gengibre aumentam a temperatura corporal, aceleram o metabolismo e, consequentemente, promovem a queima de gordura. Isto não é um truque mágico, um chá de gengibre não vai compensar aquela fatia de bolo, mas é um forte aliado para manter sempre presente.

O gengibre é mesmo das plantas com maiores provas dadas em relação ao emagrecimento. Além do maravilhoso efeito termogénico, ele também ajuda na regulação do apetite, no sentimento de ansiedade por comer entre as refeições e promove a sensação de satisfação. Queremos isto já! E para meninas ainda com dúvidas, a ação anti-inflamatória do gengibre atua no combate à celulite – tendo em conta que esta é uma condição de inflamação da pele, como teremos oportunidade de ver num outro post. Já estão neste momento a descascar rodelinhas de gengibre?? :)

 

Afrodisíaco

Por consequência de outros efeitos que já vimos – como o facto deste ser um alimento estimulante, ser termogénico e ainda ajudar na ativação da circulação sanguínea -, este benefício fica para último, como um bónus do gengibre (tal como o do emagrecimento).

Além de ser um alimento picante, e logo aí estimular pelo paladar, o seu aroma é também um dos mais conhecidos afrodisíacos naturais – e daí haver tantos óleos de massagem à base de extrato de gengibre. Estes estímulos sensoriais, aliados à ativação sanguínea, são naturais instigadores de desejo, cada vez mais conhecidos (e usados também).

 

 

 

Todos temos pelo menos um destes fortes motivos para adotar o ritual do chá de gengibre nas nossas casas

Era uma resolução que eu tinha para 2017 e até hoje estou a cumprir tão bem que acho que já lhe posso chamar de vício. Têm sido cerca de três por dia, estou muito feliz com este novo hábito, mas penso que quem só conseguir beber um por dia já está a dar um enorme boost na sua saúde!

Pensem como uma prática tão simples e natural nos pode proteger de tanta coisa e nos transformar visivelmente a cada dia. Eu olho para esta lista e tenho inúmeros motivos para manter esta prática (e deixei outras vantagens de fora) mas só por ser anti-cancro – em especial nos casos do pâncreas, intestino, mama e ovários – não devia já entrar na nossa to-do list?

Juntem-se a mim neste hábito saudável e transformem-no também em resolução se necessário. E como ingerir esta dose de proteção? De todas as formas que imaginem, inserindo o gengibre nas nossas refeições normais, ralado ou em pó, ou mesmo em rodelas grandes só a aromatizar. Como eu não gosto do sabor do gengibre (é mesmo verdade, não me consigo habituar), ainda só o consumo em chá.

Têm outras ideias para partilhar?

 

 

Como fazer o chá

Eu simplesmente coloco numa chávena uma rodela gigante de gengibre cortada em vários pedaços, para ajudar a libertar as propriedades, e deito-lhe água bem quente por cima (não chego a ferver a água). Normalmente ainda lhe adiciono um outro chá tradicional (camomila, cidreira, chá verde…) e canela. Isto várias vezes por dia.

Para quem ainda não estiver convencido, o gengibre ainda tem a capacidade de equilibrar a temperatura do nosso corpo, aquecendo extremidades mais complicadas, como as mãos, os pés e o nariz. Poderia haver maior aliado para estes dias tão frios? Só por falar nisso, vou já buscar mais uma chávena :)

 

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

4 Comments

  • filipa Pinto says:

    Eu uso e abuso deste delicioso chá que bebo mas também ponho na sopa ou no arroz. São muitos os benefícios, tal como o artigo refere e muitas as formas de o utilizar. Eu já utilizo o gengibre na minha rotina diária há alguns anos e sinto os benefícios, por isso recomendo a sua utilização. Nem que seja um chá por dia, não sabem o bem que vos faria!

    • Belicious says:

      Obrigada pelas dicas! Dantes eu também colocava uma rodela nos meus sumos detox, q bebia em jejum, até descobrir que essa dose de fruta (açúcar) matinal só fazia mal… Agora que o pequeno-almoço é ovos mexidos, acompanho com este chá milagroso, mas de facto vou começar a introduzir o gengibre no arroz e outros pratos (só o faço no caril). Se nos protege, há-que insistir :)

  • sofy says:

    Que maravilha!!! Descascar rodelinhas? Depois de ler este post, quero comer gengibre à dentada!

    Sabia que o gengibre era óptimo para a saúde, mas não conhecia estas vantagens todas. Vou começar a abusar no chá de gengibre :)

    Ah e mal posso esperar por mais posts desta rúbrica ;))

    • Belicious says:

      Hahaha! À dentada não é preciso, mas triturado em batidos ou se o ralarmos para adicionar aos cozinhados, estamos a comê-lo por inteiro e é ainda mais eficaz do que em versão chá :) ah, e também existe a versão em pó, muito útil, que é a que uso como tempero em alguns pratos (raramente, porque ainda não gosto do sabor…). Agora em relação ao chá, é para usar e abusar mesmo!

      Mais posts como este ficam prometidos e o prazer é meu :)))