Marisa Tomei’s Apartment

Um bocadinho de decoração neste fim de ano, porque não? Ando sempre curiosa sobre os apartamentos que têm muita cobertura mediática, sobre os que foram mais disputados por potenciais futuros donos, sobre os que foram remodelados e redecorados para ficarem “perfeitos”… Acabo por conhecer por dentro muitas casas de celebridades e de vez em quando lá me apetece partilhar alguma.

No caso da escolha de hoje, não foi muito pela decoração ou pelo apartamento em especial, mas por outros motivos. Antes de mais, porque também eu estou com um projeto de decoração pessoal em mãos, from scratch, e nos últimos meses tenho visto mais inspiração de interiores do que nunca. Depois, porque a casa que se segue é a de Marisa Tomei, uma estrela que assim no geral todos adoramos, como brilhante atriz e também pela sua presença e postura em relação a uma série de questões, mas acima de tudo por aquele carisma e naturalidade que nos passa. Por último, o apartamento em questão fica em Nova Iorque, e numa das melhores zonas: Greenwich Village.

Há dois anos, Tomei revelava que tinha feito uma enorme obra neste espaço para construir a sua casa de sonho, assim que o vizinho avisou que ia deixar a sua casa e ela agarrou a oportunidade, comprou o apartamento do lado e uniu-os num só. Depois de toda a obra, o projeto resultou numa casa mesmo invejável, com amplas divisões e espaços maravilhosos, como um imperial quarto principal com lareira, que antes era uma sala de estar, e um closet onde antes era um quarto normal, e depois dessas duas divisões uma casa de banho fora de série. Partilho este apartamento porque na altura em que esse projeto de remodelação terminou, em 2016, o resultado apareceu em várias publicações de decoração e serviu de inspiração para muita gente.

A explicação é muito simples, porque a atriz acabou por revelar as suas prioridades em relação ao ambiente do apartamento e que mensagens principais transmitia à designer de interiores que a ajudava no processo. Facilmente nos identificamos com os requisitos: uma base neutra e com mistura de tonalidades sóbrias para que a dona do espaço tenha a liberdade de ser feliz com um dos seus maiores vícios, que é procurar (e agarrar) achados de mobiliário e de decoração em espaços como feiras locais, lojas vintage ou leilões no Ebay. Nestes casos, ela também tem uma condição: todas as peças devem ser ou elegantes ou de fortes texturas, muito confortáveis, para corresponder às suas duas versões enquanto pessoa.

Se o seu lado de diva, que se produz ao máximo para saídas inesquecíveis na big city, pede um contexto sofisticado antes de sair, por outro lado a profissional que chega exausta ao fim do dia só quer o conforto extremo de sua casa para desligar de tudo e ver umas séries, entregar-se a leituras ou… procurar novos achados. No entanto, depois de todo este aparato decorativo, a casa foi posta este ano à venda por 7.5 milhões de dólares e daí nós termos agora acesso a novas imagens ao interior deste espaço. Aqui ficam elas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

No Comments