First of the Year

✯primeira publicação do ano✯


E chega tarde porque, como é natural, continua-se em clima de festas e as prioridades são outras. Aliás, elas são prioridade durante todo o ano, mas nestes dias fica-se ainda mais desligado. E é de aproveitar, porque sabe tão bem… Se no nosso caso já se voltou, e com maior firmeza do que nunca, ao trabalho, por outro lado o tempo livre é todo para saborear da melhor forma. E, por mais que adore o blogue e a escrita virtual, o lado offline é ainda mais prazeroso que isto e ganha-me sempre. A partir de agora, aos poucos, começo novamente a dividir o tempo livre com os prazeres das publicações virtuais e espero vir a partilhar ainda mais conteúdos do que já fazia.

Neste caso, o primeiro post do ano tem mesmo de falar do ano passado. Nunca faço aqui balanços dos ciclos que terminam e ainda menos resoluções para o ano novo, guardo isso para a minha “escrita não virtual” e mais pessoal, mas houve uma parte incontornável do meu 2018 que mexeu bastante aqui com o blogue, que o abrandou tanto que nem tive como parar para o explicar, e o tempinho que arranjava era para vir tentar atualizar o espaço de alguma forma com novidades… Ainda assim, acho que me fui safando e disfarçando muito bem, para a disponibilidade que tive. Os conteúdos podem ter sido menos aprofundados, não falei de assuntos que exigiam maior dedicação, mas sempre arranjei como ir cobrindo novidades e partilhando pontos de vista.

A única novidade que não coube aqui foi mesmo a do meu lado: nos últimos meses do ano fiz uma enorme mudança, não só de casa mas também novamente de cidade – e necessariamente também de vida. Se, por um lado, a vida é (felizmente) toda ela feita de mudanças e esta foi só mais uma, e das boas, por outro lado é algo que nunca pode passar ao lado e mexe com tudo nas nossas vidas. Foi tema que nos manteve ocupados em todo o fim de 2018, a casa é nova e estava toda por mobilar, todo este processo de mudança nos ocupou e preencheu e o trabalho também não podia parar. Tudo isto entre as novidades da nova cidade, explorar a zona, conhecer sítios inspiradores, pessoas e oportunidades…

No fim, pagava o blogue :)
A certa altura rendi-me e pensei que até ao fim do ano ele podia ficar assim, em processo de adaptação.

Ao mesmo tempo, o fim do ano serviu também para o repensar e tentar buscar algumas mudanças ou novidades. Nada de muito radical, porque gosto dele como é, mas com algum novo tipo de conteúdos e também um pouco de adaptação à nova cidade, porque, afinal de contas, também agora tenho uma vida nova. E ainda não deu para falar muito sobre isso, mas há muitas coisas que adoraria partilhar – e que valem sempre a pena de serem comentadas, principalmente para quem não conhece! O tempo foi escasso e também não tinha ainda o devido enquadramento, por isso só agora surge a oportunidade de falar sobre isso, ainda entre o glamour e entusiasmo do ano novo.

Assim, o que pensei para este mês foi começar a dar algumas pistas sobre a cidade para onde me mudei, passar o mês de janeiro a tentar que adivinhem qual o meu novo lar (para quem me conhece pessoalmente e me acompanha aqui, não vale antecipar os resultados!!♥) e no fim do primeiro mês do ano partilhar então a nova morada, os novos desafios e talvez essas novidades do Trendy Lisbon para 2019.

A nova cidade será certamente uma delas e talvez também, sempre que apetecer, partilhar um pouco do meu desafio de decoração da casa nova ou do novo lifestyle no geral. Só para desvendar já um bocadinho, estou a adorar tudo. E para primeira pista sobre a nova cidade, fica algo que não desvenda muito, mas já ajuda: está muitooo frio por aqui nestes dias (foi um Natal como deve de ser) e vim para bastante longe de Lisboa (minha última morada). Em Portugal. Já dá para ir formando uma imagem mental…

 

Quanto ao editorial a acompanhar este primeiro post do ano, em modo caliente, parece uma antítese em relação ao conteúdo e inverno lá fora, mas é perfeito porque contém todos os brilhos, excessos e ambiente de festa de ano novo que ainda nos acompanha, e com o calor que tanta gente nesta altura do ano voa para ir buscar. Para muitos de nós, as imagens fazem realmente sentido e é assim que quero começar este 2019: em sparkling mood. Um feliz ano novo, cheio de novos progressos, mais momentos eternizados e novas conquistas, para todos nós.

 

[Alena Blohm in Cuba for Grazia Italy June 2018]

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

No Comments