Cara Delevingne is Officially Retiring

 

A modelo mais badalada do mundo nos últimos anos, talvez a mais concorrida da sua geração, anunciou ainda com 22 anos que vai reformar-se de uma carreira invejável que, embora estrondosa, parecia estar ainda a começar. Cara Delevingne, estrela do mundo da moda e não só, já soma muitos anos de fashion work mas tudo indicava que, apesar de estar no “topo do mundo” no que diz respeito à área em que trabalha, tudo ainda pudesse melhorar e melhorar para esta modelo, uma das mais famosas do mundo. Cara surpreendeu um mundo inteiro com esta revelação durante o sucesso do seu mais recente filme, Paper Towns, em que admitiu estar a abandonar a carreira de modelo para se dedicar a muitas outras coisas.


Cara Delevingne announced she’s retiring from modeling. She’s so young and already done with fashion industry. Cara made the announcement with her 22 years old and at the top of her intense career as a model and also during the launch of her most recent movie, Paper Towns, where she’s the main actress. As we watch her on the movie and in real life looking so happy with this new passion, we can easily see some of the reasons why she’s retiring from modeling.

 

 

 

 

 

 

A verdade é que esta modelo britânica sempre foi interessada e ativa noutras áreas além da moda, tem formação em música, já cantou, compôs e agora ainda protagonizou um grande filme. É loucamente seguida nas redes sociais, tem mais de 18 milhões de seguidores no Instagram (só Kendall Jenner tem mais, falando em modelos) e quem a segue quer ver muito mais do que moda: ela é radical, rebelde, idealista, feminista, incentiva a não seguir regras e a sermos todos livres e fiéis a nós próprios, dando sempre o exemplo primeiro.


We always saw Cara Delevingne doing everything she wanted, not only in fashion but also in some other areas like music, arts and cinema. She always showed she had other hobbies and interests in life and while so young and famous, she would try them all. That’s what she’s been doing! Proving to be herself in everything she does, we see Cara with a lot of tattoos (for a model) since her ealry 20’s and no regrets about it, and also dating whoever she wants, doing whatever she wants (and this includes the weirdest stuff) and being the best in fashion world on the same time.

 

 

 

 

 

 

Quem a segue, sabe bem do que falo. Eu sigo tudinho e desde sempre achei que tantas tatuagens pelas mãos, cara, pés e corpo no geral, sem regras, com apenas 20 anos e numa forte carreira em ascensão, só podiam ser de quem está a tirar o máximo partido do mundo da moda enquanto está no auge mas que não espera, de todo, que seja para durar. Quando entramos na conta de Instagram lemos de imediato mensagens de ordem como “Embrace your Weirdness” ou “Stop Labelling, Start Living” e, de facto, todo o conteúdo partilhado é sobre isto. Vivermo-nos a nós próprios, sem mascaramos quem somos e sem julgar aquilo que os outros são. Quem se identifica, segue. Eu sigo e devo ser mais uma das pessoas que não o faz só pela modelo mas por toda a ideologia, porque depois de Cara se “reformar” eu posso apostar que não vai perder seguidores por deixar de ser manequim, muito pelo contrário. Ela já é um símbolo, uma verdadeira marca, e com a idade que tem ainda vai viver muitas mais coisas, vai movimentar muitas mais mudanças, mentalidades, novidades. Estamos cá para acompanhar tudo!


Because of such honesty about herself, she’s one of the most followed celebrities in the world, and was also the most followed model on Earth until Kendall Jenner “happened”. She has now more than 18 million followers on Instagram, the social network where we can see her and her wild side everyday. She’s ridiculously funny and a real rebel, reasons why she has so many fans around the globe. But not only because her modeling episodes or crazy nights with friends. She’s followed because all the advice she keeps giving to young people. When you enter her account you can immediatly read “Embrace your Weirdness” or “Stop Labelling, Start Living” – two golden messages she really keeps giving the example. And we really thank her for that!

 

 

 

 

[E vou incluir uma imagem da Cara “off the cameras”]

 

Eu diria que Cara Delevingne se juntou a Justin Bieber no grupo de celebridades-muito-jovens-milionárias que se reformaram em idade recorde, devido à intensidade do que fizeram e conquistaram em tão pouco tempo. Devido também às pressões e à juventude que estava a ser roubada. Um desgaste intensivo a troco de milhões, o que lhes permite estas reformas quase adolescentes! Antes do colapso total – seja ele físico, moral ou psicológico. Cara diz que vai deixar a moda mas nós acreditamos que vamos sempre vê-la “por aí” a fazer alguns trabalhos, afinal de contas os últimos anos da modelo foram construídos aí, há muitos relacionamentos e propostas aliciantes que simplesmente não terminam. Mas por agora tudo indica que de Londres e Nova Iorque ela voe muito mais para Hollywood, depois dos três prémios que ganhou na semana passada nos Teen Choice Awards com o filme que protagonizou: Movie Breakout Star, Summer Movie e ainda o prémio de Summer Movie Star Female! Será este o caminho?

Para já, deixo três imagens de um dos últimos trabalhos de Cara como modelo, a protagonizar a campanha da DKNY para este outono/inverno. Mesmo que esta fosse a última campanha de Cara Delevingne, sei que ela ainda há-de voltar muitas vezes ao Trendy Lisbon.


She’s already an icon, a brand, and whatever she’s about to do with her life, she will succeed! Cara Delevingne is such a great model and so young, we just don’t believe she’s really quitting for good. Whenever she’s coming back for some campaign or photoshoot, we’re here waiting to see! For now I’ll just leave you with one of her latest works as a model, the campaign of DKNY for Fall15. I share only three pictures but I’m sure I’ll be back with Cara very soon.

 

 

 

 

Alexis Primous – The Model from Instagram

A W Magazine e a agência de modelos IMG Models – que agencia modelos como Miranda Kerr, Gigi Hadid, Candice Swnepoel, Lily Aldridge, Gisele Bundchen e por aí fora – uniram-se para encontrar uma nova cara, uma nova modelo a nível mundial que fosse um talento (ou um corpo) natural. Mas esta busca tinha duas características especiais: foi a primeira pesquisa da W Magazine (conhecida por encontrar novas caras, mas que nunca tinha procurado oficialmente uma nova modelo) e o facto da pesquisa ser feita pelas redes sociais. Continue reading